Segunda-Feira, 28 de Setembro de 2020

MPF
Segunda-Feira, 17 de Agosto de 2020, 17h:13

LAVA JATO

Deltan Dallagnol: Lava Jato não percebeu dimensão de ações de Lula

Redação

Reprodução

Corregedoria Nacional do Ministério Público Federal não viu problemas nas palestras do procurador Deltan

O procurador Deltan Dallagnol reconheceu, hoje, que a força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba subestimou a repercussão da apresentação em PowerPoint mostrada ainda em 2016 que colocava o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no centro de uma suposta organização criminosa. Dallagnol comentou o episódio durante participação no UOL Entrevista aos colunistas Tales Faria e Thaís Oyama.

Na entrevista, o procurador também falou sobre as críticas de que a operação é parcial, criticou as polêmicas envolvendo a PGR (Procuradoria-Geral da União) e a Lava Jato de Curitiba --que segue "de vento em popa", segundo ele-- e afirmou não acreditar em seu afastamento da operação pelo CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) porque "é um afastamento com base em nada".

"Qual foi o erro daquele episódio?", perguntou Dallagnol sobre o PowerPoint para logo responder.

“Foi a gente não perceber que ações envolvendo o ex-presidente Lula tomam uma dimensão muito grande. Se a gente tivesse percebido isso, a gente certamente teria feito de um modo diferente. Agora se me perguntar se foi errado, não foi errado, só foi um jeito que não foi conveniente, que não repercutiu bem”, disse. Clique aqui e confira a matéria na íntegra.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO