Sábado, 04 de Abril de 2020

Judiciário
Quinta-Feira, 12 de Março de 2020, 10h:24

TRIBUNAL DO JÚRI

Tribunal do Júri condena mais três integrantes de grupo de extermínio

Clênia Goreth

Divulgação

As penas aplicadas a mais três integrantes do grupo de extermínio “os mercenários”, submetidos a julgamento do Tribunal do Júri nesta terça-feira (10), variaram de 28 a 33 anos. Os réus Jeferson Fátimo da Silva, Claudiomar Garcia de Carvalho e Pablo Plinio Mosqueiro de Aguiar vão cumprir a condenação em regime inicialmente fechado.

O julgamento se estendeu por aproximadamente 14 horas. Os fatos apresentados em plenário constam em ação penal em que os réus foram denunciados por homicídio qualificado praticado contra Luciano Militão da Silva e tentativa de homicídio contra Célia Regina Duarte. Pablo Plínio Mosqueiro de Aguiar, que é policial militar, também foi denunciado por integrar organização criminosa armada. Os crimes ocorreram no município de Várzea Grande.

Segundo os promotores de Justiça que atuaram no júri, as teses defendidas pelo MPMT foram todas acatadas pelos jurados. Com exceção do policial militar, que foi condenado a 33 anos de prisão e a perda do cargo, os demais receberam, cada um, uma pena de 28 anos de reclusão.

A atuação do Ministério Público em plenário ficou a cargo dos promotores de Justiça Antonio Sérgio Cordeiro Piedade, Samuel Frungilo e César Danilo Ribeiro de Novais.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO