Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020

STF
Segunda-Feira, 06 de Janeiro de 2020, 16h:09

STF

Indicação de Bolsonaro para vaga de Celso Mello no STF neste ano é desafio

Redação

Reprodução

Sérgio Moro e Jair Bolsonaro

Todos abem que o acordo sempre existiu entre Jair Bolsonaro e sérgio Moro, para que o ex-juiz federal fosse indicado para o Supremo Tribunal Federal, o cargo dos sonhos na magistratura.

Em 1º de novembro deste ano, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), deixará os trabalhos na Corte e abrirá uma vaga que deve ser preenchida por um jurista indicado pelo presidente Jair Bolsonaro. O cargo é um dos que provocam intensa cobiça no chefe do Executivo. A depender do nome que indicar, pode aumentar sua força no Poder Judiciário.

Mello deixará a Corte porque fará 75 anos, limite para permanecer entre os integrantes do plenário. Essa será a primeira indicação de Bolsonaro, já que, em 2021, quem sairá de cena será o ministro Marco Aurélio Mello, também pelo critério de idade.

Três nomes disputam a vaga: o maringaense e ministro da Justiça Sérgio Moro, o advogado-geral da União André Mendonça e o atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!